DE Phrasen mit basquetebol em cadeira de rodas PT Übersetzungen
Portugiesisch Subvenção arroz Reunião aplicável em … (data de admissão da declaração de expedição) em língua portuguesa Subvenção arroz Reunião aplicável em … (data de admissão da declaração de expedição)
Portugiesisch Produto não conforme para uma quantidade de … (indicar a quantidade em quilogramas, em algarismos e por extenso) em língua portuguesa Produto não conforme para uma quantidade de … (indicar a quantidade em quilogramas, em algarismos e por extenso)
Portugiesisch Produtos de intervenção em poder de … (nome e morada do organismo de intervenção) destinados a serem armazenados em/no … (país em causa e morada do local de armazenagem previsto). Em português Produtos de intervenção em poder de … (nome e morada do organismo de intervenção) destinados a serem armazenados em/no … (país em causa e morada do local de armazenagem previsto).
„Ovos de galinhas criadas em gaiolas“ «Ovos de galinhas criadas em gaiolas»
Portugiesisch Produtos de intervenção em poder de … (nome e endereço do organismo pagador ou do organismo de intervenção) destinados a serem armazenados em/no … (país em causa e endereço do local de armazenagem previsto). Em português Produtos de intervenção em poder de … (nome e endereço do organismo pagador ou do organismo de intervenção) destinados a serem armazenados em/no … (país em causa e endereço do local de armazenagem previsto).
PT Para protecзгo [dos organismos aquбticos/das plantas nгovisadas], nгo aplicar este produto em superfнcies impermeбveis, como asfalto, betгo, empedrados [ou linhas de caminho de ferro], nem em qualquer outra situaзгo em que o risco de escorrimentos seja elevado. PT Para protecção [dos organismos aquáticos/das plantas não-visadas], não aplicar este produto em superfícies impermeáveis, como asfalto, betão, empedrados [ou linhas de caminho de ferro], nem em qualquer outra situação em que o risco de escorrimentos seja elevado.
« Taxa de direito nivelador (em möda nacional) por 100 kilogramas ». «Taxa de direito nivelador (em moeda nacional) por 100 quilogramas.»
- Subvenção arroz Reunião aplicável em . . . (data de admißão da declaração de expedição) - Subvenção arroz Reunião aplicável em . . . (data de admissão da declaração de expedição)
- Produto não conforme para uma quantidade de . . . (indicar a quantidade em quilogramas, em algarismos e por extenso). - Produto não conforme para uma quantidade de . . . (indicar a quantidade em quilogramas, em algarismos e por extenso).
Válido apenas em . . . . . (Estado-membro de emissão). Válido apenas em . . . . . (Estado-membro de emissão).
- Regulamento de adjudicação (CE) nº . . . (JO nº L . . . de . . . ), o prazo de apresentação das ofertas expira em . . . - Regulamento de adjudicação (CE) nº . . . (JO nº L . . . de . . . ), o prazo de apresentação das ofertas expira em . . .
Válido apenas em . . . (Estado-membro de emissão). Válido apenas em . . . (Estado-membro de emissão).
(13) Direcção de Serviços de Fiscalização Vitícola [8]. A função principal deste serviço consiste em velar pelo cumprimento das normas nacionais e comunitárias em vigor. Em especial, os serviços do IVV que efectuam operações de fiscalização a nível nacional junto dos agentes económicos do sector (produtores, armazenistas ou retalhistas, importadores e/ou exportadores). As acções aplicam-se a todos os produtos do sector vitivinícola, quer sejam de origem nacional quer sejam importados. Para verificar o cumprimento das normas em vigor, essas actividades de vigilância podem incluir ainda um controlo qualitativo dos produtos nos laboratórios do IVV, nomeadamente em caso de suspeita de falsificação. (13) Direcção de Serviços de Fiscalização Vitícola [8]. A função principal deste serviço consiste em velar pelo cumprimento das normas nacionais e comunitárias em vigor. Em especial, os serviços do IVV que efectuam operações de fiscalização a nível nacional junto dos agentes económicos do sector (produtores, armazenistas ou retalhistas, importadores e/ou exportadores). As acções aplicam-se a todos os produtos do sector vitivinícola, quer sejam de origem nacional quer sejam importados. Para verificar o cumprimento das normas em vigor, essas actividades de vigilância podem incluir ainda um controlo qualitativo dos produtos nos laboratórios do IVV, nomeadamente em caso de suspeita de falsificação.
(51) O produto da taxa de promoção destina-se, em primeiro lugar, ao financiamento dos serviços de coordenação geral do sector do vinho prestados pelo IVV e, em segundo lugar, às actividades de promoção do vinho e dos produtos vínicos. (51) O produto da taxa de promoção destina-se, em primeiro lugar, ao financiamento dos serviços de coordenação geral do sector do vinho prestados pelo IVV e, em segundo lugar, às actividades de promoção do vinho e dos produtos vínicos.
6. O artigo 4.o do Regulamento MTD estabelece o seguinte: %quot%O presente regulamento aplica-se aos contratos finais assinados após a entrada em vigor do regulamento e até ao seu termo de vigência (…)%quot%. Portugal salienta neste contexto que o contrato em questão foi assinado em 14 de Novembro de 2003, data em que o Regulamento MTD estava ainda em vigor e, por conseguinte, continua a ser elegível para beneficiar de auxílio. 6. O artigo 4.o do Regulamento MTD estabelece o seguinte: %quot%O presente regulamento aplica-se aos contratos finais assinados após a entrada em vigor do regulamento e até ao seu termo de vigência (…)%quot%. Portugal salienta neste contexto que o contrato em questão foi assinado em 14 de Novembro de 2003, data em que o Regulamento MTD estava ainda em vigor e, por conseguinte, continua a ser elegível para beneficiar de auxílio.
14. O pedido formal de auxílio no âmbito do regime N667/1999 foi apresentado em 31 de Janeiro de 2001. 14. O pedido formal de auxílio no âmbito do regime N667/1999 foi apresentado em 31 de Janeiro de 2001.
28. Portugal alega que o investimento é susceptível de ter um impacto positivo no sector do turismo em Portugal. Contudo, as autoridades portuguesas não forneceram dados exactos e concretos suficientes sobre o impacto do projecto no sector do turismo em Portugal, em especial em termos de criação directa e/ou indirecta de emprego, repatriação de rendimentos e evolução da política de investimento do beneficiário em Portugal. A Comissão convida, por conseguinte, as autoridades portuguesas a apresentarem informações pormenorizadas e concretas sobre esta questão, a fim de permitir uma apreciação do eventual impacto positivo do projecto no sector do turismo em Portugal, bem como o seu efeito de coesão positivo. 28. Portugal alega que o investimento é susceptível de ter um impacto positivo no sector do turismo em Portugal. Contudo, as autoridades portuguesas não forneceram dados exactos e concretos suficientes sobre o impacto do projecto no sector do turismo em Portugal, em especial em termos de criação directa e/ou indirecta de emprego, repatriação de rendimentos e evolução da política de investimento do beneficiário em Portugal. A Comissão convida, por conseguinte, as autoridades portuguesas a apresentarem informações pormenorizadas e concretas sobre esta questão, a fim de permitir uma apreciação do eventual impacto positivo do projecto no sector do turismo em Portugal, bem como o seu efeito de coesão positivo.
- apesar de o grupo Pestana ser o maior grupo hoteleiro em Portugal, a sua quota de mercado em Portugal é apenas de 2 % e a sua quota de mercado na UE é, portanto, negligenciável, - apesar de o grupo Pestana ser o maior grupo hoteleiro em Portugal, a sua quota de mercado em Portugal é apenas de 2 % e a sua quota de mercado na UE é, portanto, negligenciável,
- Portugal: %quot%Carta de Curso de Licenciatura em Arquitectura%quot% — Universidade Lusíada de Lisboa — 1991/1992 - Portugal: %quot%Carta de Curso de Licenciatura em Arquitectura%quot% — Universidade Lusíada de Lisboa — 1991/1992
1. O projecto de auxílio a favor da Auto Europa — Automóveis Lda. foi notificado à Comissão por carta de 27 de Dezembro de 2005 (registada em 4 de Janeiro de 2006). A Comissão solicitou informações adicionais por carta de 31 de Janeiro de 2006, a que Portugal respondeu por correio electrónico registado em 23 de Março de 2006. 1. O projecto de auxílio a favor da Auto Europa — Automóveis Lda. foi notificado à Comissão por carta de 27 de Dezembro de 2005 (registada em 4 de Janeiro de 2006). A Comissão solicitou informações adicionais por carta de 31 de Janeiro de 2006, a que Portugal respondeu por correio electrónico registado em 23 de Março de 2006.
2. O beneficiário do auxílio é a Auto Europa — Automóveis, Lda. ("Auto Europa"), uma empresa comum entre a Volkswagen e a Ford, criada em 1991. Em 1999 a Volkswagen adquiriu a totalidade do capital da empresa. A Auto Europa tem uma única unidade de produção em Setúbal (sul de Lisboa), onde emprega actualmente 2790 trabalhadores. Produz vários modelos — VW Sharan, SEAT Alhambra, Ford Galaxy — e o seu volume de negócios em 2005 foi de 1210 milhões de euros. 2. O beneficiário do auxílio é a Auto Europa — Automóveis, Lda. ("Auto Europa"), uma empresa comum entre a Volkswagen e a Ford, criada em 1991. Em 1999 a Volkswagen adquiriu a totalidade do capital da empresa. A Auto Europa tem uma única unidade de produção em Setúbal (sul de Lisboa), onde emprega actualmente 2790 trabalhadores. Produz vários modelos — VW Sharan, SEAT Alhambra, Ford Galaxy — e o seu volume de negócios em 2005 foi de 1210 milhões de euros.
Carta de Curso de licenciatura em medicina Carta de Curso de licenciatura em medicina
Carta de curso de licenciatura em medicina dentária Carta de curso de licenciatura em medicina dentária
Carta de curso de licenciatura em medicina veterinária Carta de curso de licenciatura em medicina veterinária
Enfermeiro especialista em enfermagem de saúde materna e obstétrica Enfermeiro especialista em enfermagem de saúde materna e obstétrica
Carta de curso de licenciatura em Ciências Farmacêuticas Carta de curso de licenciatura em Ciências Farmacêuticas
Carta de curso de Licenciatura em Arquitectura Carta de Curso de Licenciatura em Arquitectura
Carta de curso de licenciatura em Arquitectura Carta de curso de licenciatura em Arquitectura

DE Wörter ähnlich wie basquetebol em cadeira de rodas

PT Wörter ähnlich wie basquetebol em cadeira de rodas